domingo, 8 de novembro de 2009

No CSI, yes "The Campbell Collaboration" e "The journal of Experimental Criminology"



"The Campbell Collaboration" e o " The journal of Experimental Criminology" são dois argumentos muito válidos para demonstrar um dos tipos de investigação que se faz em Criminologia e que a Escola de Criminologia nos ensina a fazer! Nada de CSIs!

"The Campbell Collaboration" foi fundada em Fevereiro de 2000 com o objectivo de preparar, manter e tornar acessível revisões sistemáticas ( síntese de resultados obtidos em diferentes estudos de avaliação "evidence-based") sobre o efeito das intervenções aos níveis social, educacional e na área do crime e da justiça. O site oficial é: http://www.campbellcollaboration.org/.

"The journal of  Experimental Criminology" é uma revista científica que tem como objectivo publicar estudos experimentais e quasi-experimentais assim como trabalhos de revisão. O site é: http://www.springer.com/social+sciences/criminology/journal/11292 e neste http://www.springerlink.com/content/v572783t663262jn/fulltext.html têm-se acesso livre a um dos artigos na íntegra.

Explorando um pouco estes sites entende-se o quanto as cadeiras de Criminologia Experimental, Estatistica Aplicada e Métodos Quantitativos ajudam na formação de um licenciado em Criminologia. O objectivo é sermos úteis à sociedade elaborando estudos rigorosos em que se conhecem as realidades envolventes e se adequam as medidas que melhor aplicar-se-ão a esses contextos a fim de reduzir fenómenos criminógenos!

O CSI não existe nem na Escola de Criminologia da FDUP NEM EM LADO NENHUM!

Não se deixem enganar por quem quer vender o Crime!

3 comentários:

  1. Tens tanta razão, Cláudia! Frequento um fórum (www.exames.org/forum) - onde inclusive já publicitei este blog - e, desde o início, tenho vindo a esclarecer repetidamente dúvidas a futuros ou pretensos alunos de Criminologia, tanto na FDUP como noutras instituições privadas. Várias vezes me perguntaram se isto era CSI e, qual não é o meu espanto, aqui há dias uma user dizia que queria ser "profiler"... E que então queria saber se Criminologia era o curso adequado. Ora, levei as mãos à cabeça e pensei: "Será que uma pessoa com 18 anos ainda não sabe distinguir o real da ficção?". É bom que fique claro que o CSI, nem o "Criminal Minds" são tudo obras, fictícias, bastante fictícias.

    ResponderEliminar
  2. Pois Carla parece que sim que uma pessoa de 18 anos ainda não sabe distinguir a realidade da não realidade!

    Obrigada por teres publicitado o blogue, há que dar os Parabéns à Inês que teve uma excelente ideia!

    Cabe a mim, a ti e a ela e a todos nós explicarmos finalmente o que é a Criminologia!

    Felicito-te por frequentares esse fórum e ajudares a orientar os jovens!

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  3. Acho um pouco drástico dizer que o CSI não existe em lado nenhum. Claro que na realidade o que vemos em séries desse género não corresponde exactamente à realidade, particularmente na eficácia que os técnicos e investigadores demonstram em chegar a
    conclusões tão acertadas.

    No entanto, grande parte dos procedimentos e técnicas utilizadas são efectivamente aplicadas ao nível da polícia ciêntifica (vê-se por exemplo uma clara intenção de publicitar certas marcas de PCR ou centrifugadoras habitualmente utilizados). O campo das ciências forenses é muito vasto e penso que a Criminologia limita-se um pouco à Psicologia Forense, daí na realidade nada ter a ver com o CSI da nossa tv.

    No entanto, quando começamos a entrar em áreas como a Toxicologia, Biologia, Patologia e mesmo Antropologia Forense, passar algum tempo a ver este tipo de séries pode ser um interessante complemento para a nossa aprendizagem.

    O problema é as pessoas basearem-se demasiado em simples títulos e não pesquisarem e aprofundarem as oportunidades que estão disponíveis e fazerem a escolha acertada.

    Keep up the good work! :)

    ResponderEliminar